Wader Conservation World Watch 2018

A Reserva Natural Local do Estuário do Douro foi palco de mais um Dia Aberto no fim de semana de 3 e 4 de novembro de 2018.
A 13.ª edição do Open Day-RNLED (Reserva Natural Local do Estuário do Douro)em seis anos ficou associada à celebração

do evento internacional “Wader Conservation World Watch 2018”.Em ambos os dias os visitantes tiveram oportunidade de observar um vasto espetro de biodiversidade - comunidade vegetal e faunística - presente na reserva e a sua conectividade.
Nesta iniciativa os participantes observaram cerca de 40 espécies de aves e nela participaram pessoas de diversas nacionalidades, nomeadamente suecos, franceses, cidadãos de várias regiões de Espanha e, claro, portugueses de Vila Nova de Gaia, Porto, Matosinhos e Amarante.
A atividade contemplou duas opções. Uma incluiu um percurso guiado. O objetivo tinha em vista dar a possibilidade aos visitantes de, através de visitas guiadas, conhecerem a RNLED por dentro e poderem compreender a razão de haver uma zona de acesso condicionado, dando a conhecer a diversidade global no local, inclusive fauna e flora e outros aspetos associados aos valores patrimoniais do local.
Como alternativa, o participante também pôde realizar a visita individualmente a partir de passadiço e observatórios.

Aves e espécies observadas
É de destacar que o número de espécies observadas no Dia Aberto na RNLED no fim de semana de 3 e 4 de novembro de 2018 representam 25% do total de espécies de aves, o que é bastante significativo.
No entanto, relativamente à quantidade de aves observadas, a proporção de limícolas é reduzida – 15 do total de aves observadas. É também interessante referir que esta situação é uma das características relativamente à avifauna que ocorre na RNLED: a relevante diversidade de espécies de limícolas – em determinadas ocasiões podem ser observadas mais de 12 espécies diferentes de limícolas (Scolopacidae e Charadriidae) numa visita de observação, mas normalmente a quantidade de indivíduos é reduzida.
Este aspeto é importante no que respeita aos observadores de aves, pois implica que a forma como se procede na observação tem de ser cuidadosa (para um observador com experiência o tempo mínimo rondará os 40 minutos de rastreio), senão – como não existem grupos grandes que se destacam mas indivíduos isolados ou em pequenos grupos – é necessária alguma atenção, persistência e acuidade visual. Esta característica é distinta se se comparar com o que ocorre em outros locais, como os estuários do Tejo, Sado, ria de Aveiro e mesmo Esposende.

 

Larii

Sternidae

-

 

Thalasseus sandvicensis

Garajau

 

Laridae

-

 

Gaivotas de cabeça branca

White-headed gulls Group (WHG)

-

 

Larus fuscus

Gaivota-de-asa-escura

 

Larus michahellis

Gaivota-de-patas-amarelas

 

Larus marinus

Gaivotão

 

Gaivotas de capuz

Hooded gull Group (HG)

-

 

Chroicocephalus ridibundus

Guincho

Aves Coloniais

Ardeidae

-

 

Ardea cinerea

Garça-real

 

Egretta garzetta

Garça-branca-pequena

 

Phalacrocoracidae

-

 

Phalacrocorax carbo

Corvo-marinho-de-faces-brancas

 

Threskiornithidae

-

 

Platalea leucorodia

Colhereiro

Anseriformes

Anatidae

-

 

Anas platyrhynchos

Pato-real

Charadrii (Limícolas)

Scolopacidae

-

 

Actitis hypoleucos

Maçarico-das-rochas

 

Calidris alpina

Pilrito-de-peito-escuro

 

Gallinago gallinago

Narceja

 

Numenius arquata

Maçarico-real

 

Charadrius hiaticula

Borrelho-grande-de-coleira

 

Haemantopus ostralegus

Ostraceiro

 

Arenaria interpres

Rola-do-mar

 

Tringa nebularia

Perna-verde

 

Tringa totanus

Perna-vermelha

 

Charadriidae

-

 

Vanellus vanellus

Abibe (Galispo)

Aves de Presa

Accipitridae

-

 

Buteo buteo

Águia-de-asa-redonda

 

Pandionidae

-

 

Pandion haliaetus

Águia-pesqueira

 

Strigidae

-

 

Asio flammeus

Coruja-de-nabal

Outros grupos

 

-

 

Rallidae

-

 

Rallus aquaticus

Frango-d’água

 

Alcedidae

 

 

Alcedo atthis

Guarda-rios

 

Columbidae

-

 

Columba livia

Pombo

Passeriformes

Alaudidae

-

 

Alauda arvensis

Laverca

 

Sturnidae

-

 

Sturnus unicolor

Estorninho-preto

 

Corvidae

-

 

Pica pica

Pega-rabuda

 

Motacillidae

-

 

Anthus pratensis

Petinha-dos-prados

 

Anthus petrosus

Petinha-marítima

 

Motacilla alba

Lavandisca-branca

 

Cisticolidae

-

 

Cisticola juncidis

Fuinha-dos-juncos

 

Turdidae

-

 

Turdus merula

Melro-preto

 

Luscinia svecica

Pisco-de-peito-azul

 

Phoenicurus ochruros

Rabirruivo-preto

 

Saxicola rubicola

Cartaxo

 

Fringillidae

-

 

Carduelis chloris

Verdilhão

 

Serinus serinus

Chamariz

 

Passeridae

-

 

Passer domesticus

Pardal

 

Total 40 espécies

 

 

 

 

 

Outras inclui: Larídeos; Aves de Presa; Passeriformes; Aves Coloniais; Anseriformes; Outros Grupos

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia

Contactos

Parque Biológico de Gaia

R. Cunha 152, 4430-681 Avintes, Vila Nova de Gaia, Portugal

© 2018 Municipio de Gaia. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Municipio de Gaia

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia