Escavações arqueológicas

Escavações arqueológicas

Parque Botânico do Castelo, em Crestuma,
é a recuperação de uma quinta que se
encontrava em ruínas, entretanto adquirida
pelo Município, que a recuperou.
Urze-branca

Urze-branca

Arbusto ou pequena árvore até 14 metros. 
Folhas de 3 a 9 mm lineares e tão enroladas que não é possível ver a parte inferior.
Casa da Eira

Casa da Eira

As eiras eram espaços criados para debulhar e secar o milho e a casa servia para guardar o grão das noites húmidas, uma vez que de dia esteve estendido na eira a secar ao sol.

Parque Botânico do Castelo

Apesar do seu pendor botânico, abre espaço a trabalho de campo de ordem arqueológica.

A disposição no espaço deste novo espaço verde é peculiar, pois assenta em socalcos. Quanto mais o visitante sobe, mais encanta a paisagem sobre o rio Douro, que corre em baixo. 

As espécies que os visitantes encontram são sobretudo freixos, sobreiros, gilbardeira e, entre outras, diversos carvalhos autóctones. À sombra dos medronheiros, há também endemismos diversos, como é o caso da planta endémica do Norte de Portugal chamada Omphalodes nitida

Inaugurado em 13 de setembro de 2009, o Parque Botânico do Castelo, em Crestuma, é a recuperação de uma quinta que se encontrava em ruínas, entretanto adquirida pelo Município, que a recuperou.

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia

Contactos

Parque Biológico de Gaia

R. Cunha 152, 4430-681 Avintes, Vila Nova de Gaia, Portugal



Parque Botânico do Castelo

Estr. Penedo 353, Crestuma, Vila Nova de Gaia, Portugal

© 2018 Municipio de Gaia. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Municipio de Gaia

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia