Cobra-bastarda

Cobra-bastarda (Malpolon monspessulanus)

  • Onde me podes ver: Parque Botânico do Castelo | Parque Biológico
  • Observável em: Estado selvagem
  • Maior probabilidade de observação: Abril | Maio | Junho | Julho | Agosto | Setembro
  • Habitat:

    Diversos.
    Áreas de mato ou pedregosas, bosques e zonas agrícolas, pinhais, entre outros.

  • Alimentação:

    Sardaniscas, serpentes, micromamíferos, crias de aves.

  • Reprodução:

    Dá-se por altura da primavera. Acasalam em maio/junho. A fêmea põe um mês depois quatro a 20 ovos, escondidos sob matéria orgânica, tocas ou rochas. Os ovos eclodem um par de meses depois. 

  • Estado de Conservação: Pouco preocupante
  • Curiosidades:

    Embora inofensiva para o ser humano, embora possua glândulas produtoras de veneno. Diz-se ser opistóglifa, uma vez que ao contrário das víboras, o veneno neurotóxico que utiliza para capturar e digerir as suas presas escorre pelo exterior dos dentes mais recuados.

    O instinto das serpentes, não estando encurraladas, é o de fugir rapidamente. Por isso, se lhes der espaço para esse efeito, ajudarão, por exemplo, no controlo das populações de roedores.

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia

Contactos

Parque Biológico de Gaia

R. Cunha, 4430-681 Avintes, Vila Nova de Gaia, Portugal

© 2018 Municipio de Gaia. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Municipio de Gaia

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia