Maçarico-galego

Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

  • Onde me podes ver: Reserva Natural do Estuário do Douro
  • Observável em: Estado selvagem
  • Maior probabilidade de observação: Abril | Maio | Setembro | Outubro
  • Habitat:

    Estuários, embora em repouso migratório se observem também nos prados e outros habitats.

  • Alimentação:

    Ementa constituída por diversos invertebrados, como os caranguejos.

  • Estado de Conservação: Vulnerável
  • Curiosidades:

    Uma boa parte dos maçaricos-galegos que se observam em Portugal pensa-se que possam ser oriundos da Escandinávia e da Rússia, de cuja época fria se refugiam dirigindo-se para habitats situados em África.
    Embora parecido, é um pouco mais pequeno do que o maçarico-real.

    Semelhante ao maçarico-real, mas mais pequeno e caracteristicamente com uma coroa castanha com uma risca clara central.
    É uma espécie que ocorre como migradora de passagem, sensível à perturbação humana.
    Quando presente é uma das primeiras limícolas a levantar voo. Surge por vezes em pequenos grupos no estuário, zona dunar e faixa costeira.
    Estas aves, que viajam de zonas mais meridionais, podem inclusive chegar a esta região já tarde para prosseguirem para os locais de reprodução mais a norte, dada a altura avançada do ano.
    Tal como a maioria das limicolas migradoras, quanto mais setentrionais são as populações nidificantes mais meridionais são os quartéis de inverno, atingindo até a África do Sul.

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia

Contactos

Parque Biológico de Gaia

R. Cunha, 4430-812 Avintes, Vila Nova de Gaia, Portugal



Reserva Natural Local do Estuário do Douro

Avenida Deoceliano Monteiro, Afurada, Vila Nova de Gaia, Portugal

© 2018 Municipio de Gaia. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Municipio de Gaia

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia