Voltar à página inicial |

Concurso Nacional de Fotografia – A Árvore

 

 

 


"A Árvore" é um Concurso Nacional de Fotografia lançado pelo Município de Vila Nova de Gaia que visa despertar a sensibilidade e a perceção ambiental, com foco nas árvores, sensibilizando a comunidade para a sua importância.
O prazo para apresentação de trabalhos encerrou em 31 de julho de 2018, mas sábado, dia 1 de setembro, abriu às 15h00 a exposição fotográfica deste concurso com a entrega dos prémios.

Após a reunião do júri, os prémios deste concurso fotográfico foram assim atribuídos:
Prémio Vencedor Geral – «Horizonte arbóreo», de Guilherme Limas.
Prémio na categoria PATRIMÓNIO VIVO – «Relíquia», de José Costa Pinto, na subcategoria Árvores Monumentais Classificadas. 
Prémio na categoria PATRIMÓNIO VIVO – «Figueira dos amores», de Francisco Coimbra, na subcategoria Árvores Monumentais não Classificadas.
Prémio na categoria PAISAGENS ARBÓREAS (Florestais) – «Concentração de gigantes», de Manuel Santos Ferreira. 
Prémio na categoria PAISAGENS ARBÓREAS (Jardins) – «Clausura», de Sónia Raquel Neves de Almeida.
Prémio na categoria PAISAGENS ARBÓREAS (Árvores isoladas) – «Horizonte arbóreo», de Guilherme Limas, distinguido também como vencedor geral.
Prémio na categoria AÇÕES (Conservação) – «Renascer», de Maria Pinto.
Prémio na categoria AÇÕES (Alterações Climáticas) – «Seis meses após Ofélia», de João Petronilho.
Prémio Seleção VOTO POPULAR (na pág. do Facebook do Parque Biológico de Gaia entre 9 e 16 de agosto de 2018, conforme regulamento) - «O amor não tem lugar fixo» de Marco Gil.

 



Prémio na categoria PAISAGENS ARBÓREAS (Árvores isoladas) – «Horizonte arbóreo», de Guilherme Limas, distinguido também como vencedor geral

Prémio na categoria PATRIMÓNIO VIVO – «Relíquia», de José Costa Pinto, na subcategoria Árvores Monumentais Classificadas

Prémio na categoria PATRIMÓNIO VIVO – «Figueira dos amores», de Francisco Coimbra, na subcategoria Árvores Monumentais não Classificadas
Prémio na categoria PAISAGENS ARBÓREAS (Jardins) – «Clausura», de Sónia Raquel Neves de Almeida Prémio na categoria PAISAGENS ARBÓREAS (Florestais) – «Verde», de Pedro Esteves Prémio na categoria AÇÕES (Conservação) – «Renascer», de Maria Pinto





Prémio na categoria AÇÕES (Alterações Climáticas) – «Seis meses após Ofélia», de João Petronilho Prémio Seleção VOTO POPULAR (na pág. do Facebook do Parque Biológico de Gaia entre 9 e 16 de agosto de 2018, conforme regulamento) - «O amor não tem lugar fixo» de Marco Gil

 


Informamos também que há mais fotografias expostas:

«A cascata» - José Costa Pinto
«A faia» - Sónia Almeida
«A sombra de Cordoaria» - Cátia Gomes
«Árvores reais» - Isabel Rocha
«Aveludadas» - Manuel Santos Ferreira
«Delicadeza» - João Coutinho
«E da terra nasceu um poema» - Cátia Gomes
«Entranhas» - Rosa Azevedo    
«Espelho meu, espelho meu, existe freixo mais belo do que eu?» - Francisco Coimbra
«Faias outonais» - Guilherme Limas
«Futuro promissor» - Manuel Santos Ferreira
«Jardim de aromáticas» - Beatriz Truta
«Liriobrendum» - Maria Figueiredo
«Majestosas» - Maria Pinto
«Morrer de braços abertos» - Guilherme Limas
«O renascer das cinzas» - Mafalda Delgado
«O Sol cintilava» - Marco Gil
«Os braços que enlaçam a vida» - Mafalda Delgado
«Outono na alameda» - José Costa Pinto
«Pinceladas na mata» - João Petronilho
«Pinheiro» - Carlos Elísio
«Plátanos» - Carlos Elísio
«Reflexos» - Pedo Esteves
«Sob copas» - João Petronilho
«Superação espacial» - Manuel Santos Ferreira
«Trepadeira» - Inês Seabra
«Três estações» - João Petronilho
«Uma árvore vestida de outono» - Ana Delgado
«Velhice» - António Tedim
«Velhos castanheiros» - João Petronilho
«Velhos contrastes» - António Tedim
«Xadrez de cinza» - Sónia Almeida

 

Encontra aqui o Regulamento

Mais informações:
Gabinete de Atendimento
atendimento_pbiologico@cm-gaia.pt
Telefone 227 878 138 / 227 878 137 entre as 9h00 e as 18h00 (de segunda a sexta-feira).


Parque Biológico de Gaia

4430-681 Avintes

Tel. 22 787 81 20 | geral_pbiologico@cm-gaia.pt