Voltar à página inicial |

 

Parque Botânico do Castelo

Em Crestuma, junto ao Clube Náutico...

 

 

Além de parque botânico, este espaço verde é também sítio arqueológico e pode visitá-lo em modo Street view/Google maps!

Apesar do seu pendor botânico, abre espaço, normalmente no verão, a trabalho de campo de ordem arqueológica sob o cuidado dos arqueólogos Gonçalves Guimarães e António Manuel Silva.

A disposição no espaço deste novo espaço verde é peculiar, pois assenta em socalcos. Quanto mais o visitante sobe, mais encanta a paisagem sobre o rio Douro, que corre em baixo.

As espécies que os visitantes encontram são sobretudo freixos, sobreiros, gilbardeira e, entre outras, diversos carvalhos autóctones. À sombra dos medronheiros, há também endemismos diversos, como é o caso da planta endémica do Norte de Portugal chamada Omphalodes nitida.

Este parque incluirá um centro de interpretação de flora, arqueologia e geomorfologia, a instalar na Casa da Eira, estrutura que já existia no topo deste espaço verde.

Inaugurado em 13 de setembro de 2009, o Parque Botânico do Castelo, em Crestuma, é a recuperação de uma quinta que se encontrava em ruínas, entretanto adquirida pelo Município, que a recuperou através dos serviços do Parque Biológico de Gaia. Coordenadas GPS: 41°04'06.97"N - 8°30'12.53"W.

Informação útil:
Dias 31 de Dezembro de 2016 e 1 de Janeiro de 2017 o Parque Botânico do Castelo estará encerrado ao público.



 
 
Medronheiro   Casa da Eira   Telha romana Parque em socalcos    
               

 Descarregue aqui o desdobrável e veja o vídeo com uma explicação dada durante uma das primeiras campanhas de escavações arqueológicas!

Nota de imprensa: escavações arqueológicas de 2013


Parque Biológico de Gaia

4430-681 Avintes

Tel. 22 787 81 20 | geral@parquebiologico.pt